Notícias

Entrevista com Ubirajara Brites

01/09 -

Hoje, 1º de setembro, comemoramos o ‘Dia do Profissional de Educação Física’. Aproveitando a ocasião divulgamos uma entrevista com o presidente do Sindicato dos Profissionais de Educação Física do Estado do Rio Grande do Sul (SINPEF/RS), Ubirajara Brites. Ele fala sobre diversos temas que acompanham diariamente a nossa profissão e precisam de esclarecimentos sempre com objetivo de atender as necessidades da classe. Confira:

Sinpef/RS: Dois diretores do SINPEF/RS foram designados para integrarem o Conselho Estadual de Esportes do Estado do RS. Qual a importância dessas nomeações para o sindicato e para o reconhecimento da categoria? 

Ubirajara Brites: O sindicato luta para unir a categoria e propagar a noção que um sindicato forte e participativo contribui para atingir os objetivos da categoria, promovendo melhoras na vida de cada profissional.

Muitos profissionais desconhecem que o SINPEF/RS não tem relação com o CREF e que as funções são totalmente distintas.

Também lutamos para mostrar que esta diretoria não aceita ações antiéticas, antiprofissionais e que não levem em conta os interesses da classe. Nosso compromisso maior é dignificar a profissão. 

 

Sinpef/RS: Quais são as principais dificuldades que o profissional de educação física enfrenta nesse momento no mercado de trabalho e como o SINPEF/RS atua para representar a categoria?

Ubirajara Brites: A profissão enfrenta diversas dificuldades:

- a falta de remuneração adequada e o reconhecimento do trabalho do profissional

- a invasão das redes de empresas que vendem os serviços sem qualificação e remuneração inadequada.

- a informalidade e as contratações ilegais de pessoas não habilitadas

- a desunião da categoria tanto nos níveis municipais e federais.

- o crescente número de faculdades que lançam milhares de pessoas cada vez mais com formação deficiente.

 

Sinpef/RS: Como você enxerga o atual momento político do Brasil em relação a participação dos sindicatos nas negociações entre trabalhador e patrão e se as mudanças que estão por vir com a Reforma Trabalhista podem beneficiar ou prejudicar os profissionais de educação física?

Ubirajara Brites: A situação do país é seríssima e não será um acordo político ou alguma manobra que irá modificar a situação.

Há o risco de uma convulsão social. A ganância das empresas de grande porte e das multinacionais, que compraram a peso de ouro os políticos e representantes no Brasil, também nos levaram a esta situação.

A reforma trabalhista é simplesmente a entrega da alma dos brasileiros aos poderosos.

A falta de cultura, civismo, educação e o enorme egoísmo individual foram implantados no país para que sejamos dominados com facilidade.

Por isso, é importante lembrar que não podemos cair na armadilha da divisão. É preciso unir a classe trabalhadora e média, que mais sofre com as atuais medidas deste governo, na defesa de seus direitos e enfrentarmos as tais políticas que só favorecem aos mais ricos. 

 

Sinpef/RS:  Recentemente uma decisão da justiça autorizou o ex-goleiro Bruno a dar aulas de futebol para crianças e adolescentes como parte do pagamento da sua pena. Qual a posição do sindicato sobre essa situação e como isso afeta o profissional de educação física? 

Ubirajara Brites: O caso Bruno é uma afronta a todos os princípios que preconizam a profissão e o mundo dos esportes. Acreditamos que prestar serviços comunitários seja mais apropriado neste caso. O contato do Bruno com pessoas em fase de formação é algo extremamente complicado e não deveria ocorrer, porque há um vinculo da figura do ídolo, da celebridade e do criminoso, no caso dele. Não acreditamos que isso deva servir de exemplo aos futuros cidadãos. Devemos focar a atenção em indivíduos que busquem no esporte, no exercício físico, na recreação e no lazer uma fonte para promover pessoas sadias, física e mentalmente; e que possuam preparo adequado. Precisamos direcionar nossa atenção a profissionais que tenham a convivência harmoniosa na comunidade e na família, como uma filosofia de vida. Os jovens e crianças precisam de modelos positivos para espelhar-se, e não de celebridades, nem de criminosos. Infelizmente estas figuras ainda são incitadas de forma indireta como positivas pela sociedade contemporânea.

 

Sinpef/RS:Cada vez mais vemos pessoas aderindo à prática de exercícios físicos como filosofia de vida e preocupadas com a saúde física e mental. Qual o papel do profissional de educação nos dias de hoje a partir desse cenário?

Ubirajara Brites: O Profissional de Educação Física é um integrante importante neste processo, pois ele integra na formação e no atendimento às pessoas os cuidados com a saúde e a importância de ter uma vida plena e feliz. O exercício físico é fundamental desde a concepção, no pré Natal,  na infância, na adolescência, na vida adulta e na velhice.

Quem adere à profissão precisa ter a consciência de sua responsabilidade em ter condições técnicas adequadas para assumir este papel. 

Não devemos ser modelos que incitam práticas nocivas à saúde, ou que sustentam rótulos e símbolos sexuais. Precisamos convencer a comunidade da nossa condição como parceiros no desenvolvimento de uma vida plena, feliz e saudável, promovendo o conviver em sociedade. 

 

Sinpef/RS: Dia 1º de setembro é o dia do Professor de Educação Física. Deixe uma mensagem para toda categoria

Ubirajara Brites: Ser um profissional de Educação Física é poder contribuir, cotidianamente, para o crescimento de cada indivíduo; zelar pela saúde física e intelectual, auxiliando para que todos possam ter um desenvolvimento pleno em sociedade. Nossa luta é sempre dar suporte a esta profissão que desempenha um papel chave na vida dos cidadãos, tendo sempre o comprometimento com a coletividade. Coletivo é uma palavra cada vez mais esquecida, em um mundo individualista que afasta do viver em comunidade, e o tempo releva a saúde das pessoas a segundo plano. Nossa profissão é, mais do que nunca, necessária, para transformar esta realidade. Portanto, tenha orgulho do profissional de Educação Física e da sua importância social. Parabéns pelo seu dia!

parceiros do sinpef/rs
associe-se
Associe-se
Você, profissional da educação física, sendo pessoa jurídica ou Física: associe-se ao SINPEF/RS e aproveite as inúmeras vantagens que oferecemos. saiba mais!
Dynamika